Conhecer bem os sinais de trânsito é indispensável para dirigir com segurança qualquer tipo de veículo e também visando evitar as temidas multas.

Por isso, o motorista não deve se preocupar em aprender sobre a sinalização de trânsito apenas na época da prova teórica com intuito de tirar a habilitação.

Pense rápido: quantos sinais você realmente conhece e sabe explicar o significado exato? Não importa qual foi sua resposta, sobretudo porque sempre há mais a aprender!

Então, continue a leitura buscando entender o que são, como se classificam e quais os principais sinais de trânsito que o motorista precisa conhecer. Saiba também em quais situações desrespeitar a sinalização pode gerar multas.

Se preferir, confira tudo sobre as Multas da PRF aqui.

Publicidade

O que são Sinais de Trânsito?

Sinais de trânsito são elementos utilizados para sinalizar as vias, através de placas, marcas viárias, equipamentos de controle luminosos, dispositivos auxiliares, apitos e gestos.

São direcionados exclusivamente a ordenar ou dirigir o trânsito de veículos e pedestres, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Essa explicação será melhor detalhada quando falarmos sobre a classificação dos sinais.

Sinalização de trânsito

Enquanto os sinais de trânsito são elementos individuais, a sinalização de trânsito é o conjunto desses sinais e dispositivos de segurança, colocados em vias públicas visando garantir maior segurança e fluidez no trânsito a veículos e pedestres.

Por exemplo, uma via pode conter um semáforo, que é um sinal de trânsito, e também uma faixa de pedestres, outro sinal. Cada um possui uma função específica, mas ambos fazem parte da sinalização daquele trajeto.

Para que servem?

Cada sinal tem a função de comunicar determinada mensagem de forma rápida e clara, a pedestres e motoristas.

Em conjunto, os sinais que compõem a sinalização de uma via pública servem para organizar a circulação de pessoas e veículos. Quando falamos em veículos, o termo engloba, além de carros e motos:

  • Veículos movidos a propulsão humana (bicicleta, por exemplo).
  • Veículos movimentados por tração animal (como charretes e carroças).

Realmente, ficaria difícil para todos circular em ruas, avenidas, rodovias e estradas se não houvesse os sinais de trânsito nos orientando orientar, você concorda?

Classificação dos Sinais de Trânsito

De acordo com o artigo 87 do CTB, os sinais de trânsito são classificados como:

  • Verticais.
  • Horizontais.
  • Gestos do agente de trânsito e do condutor.
  • Dispositivos de sinalização auxiliar.
  • Sonoros.
  • Luminosos.

Agora vamos, portanto, detalhar cada um desses tipos, com base na Resolução Nº 160/2004 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Sinais verticais

São representados pelas placas de trânsito, fixadas na posição vertical, que trazem mensagens através de legendas e/ou símbolos legalmente instituídos e pré-reconhecidos.

A sinalização vertical pode ter função de regulamentação, advertência e indicação.

Sinais horizontais

São as marcações, símbolos e legendas, pintados ou postos sobre o pavimento das vias.

A faixa amarela contínua que divide as duas metades de uma pista e a faixa de pedestres são exemplos de sinais horizontais.

A sinalização horizontal serve principalmente para controlar o fluxo de pedestres, veículos e busca complementar os sinais verticais de advertência, indicação ou regulamentação.

Dispositivos de sinalização auxiliar

São dispositivos ( como os tachões, por exemplo) aplicados sobre o pavimento das vias ou nos obstáculos próximos a elas. Têm diversas funções, entre as quais:

  • Reduzir a velocidade praticada.
  • Oferecer proteção aos usuários.
  • Alertar os condutores sobre situações de perigo potencial ou que exijam maior atenção.

Sinais luminosos

São os semáforos. (sinalização semafórica). Existem semáforos de sinalização e advertência.

Os semáforos de sinalização têm como função controlar o trânsito em cruzamentos ou seções de via, alternando o direito de passagem dos vários fluxos de veículos e/ou pedestres.

Os semáforos destinados ao controle do fluxo de pedestres utilizam apenas as cores vermelho e verde. Já os de controle de veículos apresentam as cores vermelho, amarelo e verde.

Semáforos de advertência, por sua vez, têm a função de alertar sobre a existência de obstáculo ou situação perigosa, assim o motorista deve reduzir a velocidade e adotar as medidas de segurança necessárias para seguir adiante.

Sinais sonoros

Representam os sons por apito emitidos por agentes de autoridade do trânsito nas vias. Saiba quais são e seus respectivos significados:

  • Um silvo breve: significa “siga”.
  • Dois silvos breves: pare.
  • Um silvo longo: reduzir a marcha.

Os sinais sonoros são utilizados em conjunto aos gestos dos agentes, que  prevalecem sobre as regras de
circulação e sobre as normas definidas por outros sinais de trânsito.

Principais sinais de trânsito que o condutor deve conhecer

Veja os principais sinais que o condutor deve conhecer visando dirigir com segurança:

Conversão e retorno

Sinais de Trânsito

Conhecer esses sinais é fundamental para não realizar manobras proibidas.

Estacionamento e parada

Sinais de Trânsito

Esses sinais podem causar certa confusão por serem quase iguais.

Regulamentação para mudança de faixa

Sinais de Trânsito

Estas são placas de regulamentação organizam o trânsito e tem o intuito informar aos usuários sobre as condições, restrições, proibições no uso das vias urbanas ou rurais

Confira todas as placas de regulamentação aqui, e turbine seus estudos.

Sinais de advertência

Sinais de Trânsito

Veja todas as placas de advertência aqui, e estude para sua prova da CNH.

Multas por desobedecer à sinalização

Conheça algumas infrações relacionadas ao desrespeito à sinalização de trânsito, estes que podem, sobretudo, levar o condutor a ser multado:

  • Avançar o sinal vermelho do semáforo ou o de parada obrigatória.
  • Transitar pela contramão de direção em vias com sinalização de regulamentação de sentido único de circulação.
  • Estacionar o veículo em locais com placa de “Proibido estacionar”.
  • Estacionar o veículo sobre faixa destinada a pedestre.
  • Estacionar o veículo em desacordo com placa de estacionamento regulamentado.
  • Deixar de dar preferência de passagem nas interseções com placa de sinalização de “Dê a Preferência”.
  • Deixar de dar preferência de passagem a pedestre em faixa a ele destinada.

Portanto, lembre-se de que o respeito à sinalização garante a segurança de todos no trânsito e ainda evita prejuízos com multas!

Depois de saber mais sobre os sinais de trânsito e conhecer os principais, deixe sua opinião nos comentários: qual o principal motivo que leva os condutores a desrespeitarem a sinalização?

Os sinais e placas de trânsito são matérias cobradas na prova da CNH. Não perca tempo, teste seus conhecimento e garanta sua aprovação…

Sinais de Trânsito – Aprenda para que servem e os seus significados
Nos avalie (:

Pin It on Pinterest